Bill Cunningham (1929-2016)

Se o street style começou nos anos 60, certamente ele ganhou outra conotação depois de Bill Cunningham. Foi o homem para quem, segundo Anna Wintour, todas as mulheres se vestiam. De Iris Apfel ao novaiorquino estiloso passando na rua: ele fotografou a todos.

Começou sendo designer de chapéus e depois passou a ser crítico em algumas veículos e até deteve parte da extinta revista masculina “Details”, porém foi em 1978 que lançou-se como fotografo ao ser contratado pelo ” The New York Times” para fazer a coluna “On The Street”. Ali, qualquer um poderia aparecer, bastava chamar a atenção de Bill. Para ele, roupa era sinônimo de expressão.

Não houve tendência que passou despercebida por Cunningham. De maneira paradoxa, no entanto, ele nunca se deixou levar por elas. Humilde que era sempre andava de bicicleta, com sua Nikon 35mm e seus caricatos casaco azul – de operário francês- e calça caqui. Nunca aceitou dinheiro por acreditar que ele tiraria sua liberdade, algo que considerava primordial. Certamente, foi por ser tão avesso a este mundo, que Bill Cunningham se perpetuou dentro dele.

 

 

 

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s